Serviços do Centro de Operação de Segurança:

  1. Pesquisa de Ativos
    Para que o SOC ajude sua empresa a se manter segura, eles devem ter uma compreensão completa dos recursos necessários para proteger. Caso contrário, eles podem não ser capazes de proteger todo o escopo da rede. Uma pesquisa de ativos deve identificar todos os servidores, roteador, firewall sob controle corporativo, bem como quaisquer outras ferramentas de segurança cibernética ativamente em uso.
  2. Coleta de Log
    Os dados são a coisa mais importante para um SOC funcionar corretamente e os logs servem como a fonte chave de informação sobre a atividade da rede. O SOC deve configurar feeds diretos de seus sistemas corporativos para que os dados sejam coletados em tempo real. Obviamente, os humanos não podem digerir quantidades tão grandes de informação, e é por isso que as ferramentas de varredura de log alimentadas por algoritmos de inteligência artificial são tão valiosas para os SOCs, embora eles representem alguns efeitos colaterais interessantes que a humanidade ainda está tentando resolver.
  3. Manutenção Preventiva
    Na melhor das hipóteses, o SOC é capaz de evitar que ataques cibernéticos ocorram por serem proativos com seus processos. Isso inclui a instalação de patches de segurança e o ajuste de políticas de firewall regularmente. Uma vez que alguns ataques cibernéticos realmente começam como ameaças internas, um SOC também deve olhar dentro da organização para riscos também.
  4. Monitoramento Contínuo
    Para estar pronto para responder a um incidente de cibersegurança, o SOC deve estar atento às suas práticas de monitoramento. Alguns minutos podem ser a diferença entre bloquear um ataque e deixá-lo derrubar um sistema ou site inteiro. As ferramentas soc executam varreduras em toda a rede da empresa para identificar possíveis ameaças e outras atividades suspeitas.
  5. Gerenciamento de alertas
    Sistemas automatizados são ótimos em encontrar padrões e seguir scripts. Mas o elemento humano de um SOC prova seu valor quando se trata de analisar alertas automatizados e classificá-los com base em sua gravidade e prioridade. A equipe do SOC deve saber quais respostas tomar e como verificar se um alerta é legítimo.
  6. Análise de causas básicas
    Depois que um incidente ocorre e é resolvido, o trabalho do SOC está apenas começando. Especialistas em segurança cibernética analisarão a causa raiz do problema e diagnosticarão por que ocorreu em primeiro lugar. Isso alimenta um processo de melhoria contínua, com ferramentas de segurança e regras sendo modificadas para evitar futuras ocorrências do mesmo incidente.
  7. Auditorias de Conformidade
    As empresas querem saber que seus dados e sistemas são seguros, mas também que estão sendo gerenciados de forma legal. Os provedores soc devem realizar auditorias regulares para confirmar sua conformidade nas regiões onde operam.